A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu nesta quinta-feira (16) o suspeito de matar  Guilherme Augusto Santa Bárbara Pinto, de 24 anos, e Michael Douglas Lacerda da Silva, 20, no dia 30 de outubro do ano passado, no bairro Petrolândia, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. David Zimmerman Campos, 24, conhecido como "Bart", estava foragido e foi encontrado durante uma operação policial em Três Marias, na região central do Estado.

De acordo com as investigações, David e mais dois comparsas (Darley e Michael) seriam integrantes de uma gangue rival à de Guilherme, sendo a disputa pelo tráfico de drogas na região a motivação para o crime. David, conhecido por liderar o tráfico de drogas no bairro Riacho das Pedras, em Contagem, estava usando o nome do irmão para não ser encontrado pela Polícia.

Segundo a PCMG, no momento da prisão, David admitiu ter gravado áudios e os encaminhado, via whatsapp, ameaçando a vida de agentes de segurança pública. Em uma das gravações, David dizia: "Aí rapaziada, aí comando, aqui quem fala é o Bart, certo. É ordem geral aí, pros amigos de Contagem aí, que é pra matar polícia da região, falou. Todos os polícia (SIC), Polícia Militar, Polícia Civil, é pra matar geral. É pra arrancar até cabeça se precisar, falou. É ordem do comando, tá, já é, é o Bart, falou. Abraço aí pra todo mundo".

"No tempo em que esteve foragido, David gravou esses áudios com o objetivo de inibir a atuação dos policiais civis e militares de Contagem, que estavam empenhados em sua captura", contou a delegada responsável pelo inquérito Gislaine Rios. Ainda conforme a delegada, haverá uma investigação em relação ao áudio divulgado por David para apurar o ato de incitação ao crime.

Dinâmica do homicídio

No dia 26 de dezembro do ano passado, a Polícia Civil prendeu Darley Augusto Lopes de Jesus, de 23 anos, comparsa de David no homicídio de Guilherme e Michael. De acordo com o que foi apurado nas investigações, no dia do crime, Darley e Michael entraram na casa onde Guilherme estava com a esposa e o filho, de três anos, para matá-los. 

Guilherme teria tentado fugir e Michael correu atrás dele. Nesse momento, Darley tentou acertar Guilherme com um tiro, mas acabou acertando, também, Michael. Uma única bala acertou Guilherme e o transfixou, atingindo Michael. Além de comparsa, Michael também era namorado da irmã de Darley. No momento da ação, David aguardava os comparsas no carro utilizado no crime.