O suspeito de esfaquear e colocar fogo na ex-namorada em Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi preso na tarde desta segunda-feira (15), poucas horas após o crime. O homem de 32 anos foi localizado pela Polícia Militar em Felixlândia e ele foi encaminhado à delegacia de Curvelo, na região Central do Estado.

Segundo a Polícia Militar da cidade, os militares receberam um chamado informando que havia uma mulher pegando fogo na rua Expedicionário Raimundo Nogueira, no bairro Floresta, em Matozinhos. Ao chegarem ao local, a vítima estava caída no chão e tampada por um cobertor. Ela foi levada à UPA da cidade, mas acabou morrendo na unidade. Os médicos constaram duas perfurações em seu tórax, causadas por facadas, e queimaduras de terceiro grau por todo o corpo.

A vítima e o homem eram ex-namorados e tinham um filho de 3 anos. Na manhã desta segunda, o homem havia ido até a casa dela para ver a criança e a suspeita da polícia é que eles brigaram por causa do filho.

Após o feminicídio, o homem fugiu em um carro vermelho. A Polícia Militar alertou todos os batalhões do Estado e cercos foram montados. Ele foi visto em um pedágio da BR-040, no município de São Gonçalo do Abaeté, às 13h, e policiais já ficaram atentos aos seus possíveis caminhos. Em Felixlândia, foi dada a ordem de parada ao suspeito.

A Polícia Civil informou que já instaurou um inquérito para apurar o caso e o delegado responsável pelo caso irá representar pela prisão temporária do suspeito. O filho do casal está sob os cuidados dos avós.

* Com Juliana Baeta

Leia mais:
Mulher morre após ser esfaqueada e queimada em Matozinhos; ex-namorado é o principal suspeito
Túnel é encontrado perto de muro da penitenciária Nelson Hungria, em Contagem