O homem de 63 anos suspeito de estuprar a própria filha, de 17 anos, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi preso na tarde desta quarta-feira (24), no bairro Padre Eustáquio, região Noroeste da capital, quando tentava encontrar com a vítima. Após a adolescente fazer a denúncia nessa terça-feira (23), ele havia fugido e estava sendo procurando, mas ligou para a filha prometendo dar dinheiro a ela. 

A adolescente, então, procurou a polícia e informou o local onde o homem havia marcado o encontro. Ao chegarem no local, os militares ficaram escondidos acompanhando a movimentação até a chegada do suspeito. Antes de ser encaminhado para a delegacia, ele foi levado para o Hospital João XXIII sob escolta policial, após ser ficar ferido durante briga com outro filho, irmão da vítima.

Nessa terça-feira, a adolescente acordou sentindo as mãos do pai em seu órgão sexual. Ela conseguiu empurrar o homem e fugir para a casa de uma amiga, onde relatou o que aconteceu. Confidenciou também que os abusos eram cometidos pelo progenitor desde 2016, quando tinha apenas 14 anos. 

Antes disso, a garota morava com a mãe em São João Del Rei, mas se mudou para a casa do pai, no bairro Jardim dos Bandeirantes, em Contagem, após a mãe adoecer. Segundo ela, nunca teve coragem de falar sobre os abusos, porque o pai a ameaçava dizendo que iria expulsá-la de casa e mandá-la para o Conselho Tutelar.

Além disso, a vítima tem uma filha de 2 anos que pode ser fruto dos estupros cometidos pelo pai. Segundo a Polícia Civil, a adolescente irá passar por um exame de corpo de delito. O caso está sendo investigado por meio da Delegacia de Mulheres de Contagem. 

Leia mais:
Conheça a mulher que escapou da morte e, hoje, ajuda outras vítimas de violência doméstica em BH
Suspeito de estuprar adolescente por dois anos e mantê-la em cárcere é preso em Betim
Preso em flagrante homem suspeito de sequestrar e estuprar a sobrinha de 13 anos