Um homem de 43 anos foi preso na manhã deste domingo (24) suspeito de estuprar uma menina de 6 anos no bairro Conjunto Taquaril, região Leste de Belo Horizonte. Ele quase foi linchado por moradores da região e teve que ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central antes de ser encaminhado para a delegacia. 

Segundo informações da Polícia Militar, a vítima e o irmão dela, de 10 anos, passaram as noites dos últimos dias na casa de uma vizinha. Os dois dormiam no local devido a rotina de trabalho dos pais que, às vezes, atravessa as noites e madrugadas. O suspeito, filho da vizinha, teria, então, aproveitado que a mãe dormia para abusar da criança. 

A mãe da garotinha descobriu os abusos quando ela chegou em casa sozinha pela manhã, antes mesmo que os pais a buscassem na vizinha. Enquanto tomava banho, a criança reclamou de dores na região genital e, questionada pela mãe, disse o nome do suspeito como sendo o responsável por causar as dores. Ela também contou que nos outros dias que dormiu fora de casa, o homem agiu da mesma forma: colocava o dedo dentro de sua vagina e depois fingia estar dormindo.  

Os pais da vítima foram tirar satisfação com o homem, que estava em uma escada da rua Primeiro de Maio, e os vizinhos que passavam por perto e ouviram a discussão, ficaram indignados e o espancaram. Ele teve ferimentos e hematomas por todo o corpo, principalmente, na cabeça, onde foi mais agredido com socos e chutes. Depois de ser levado para a UPA, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Plantão de Atendimento à Mulher. 

Conforme o boletim de ocorrência, familiares do homem disseram que ele já teve comportamento semelhante com outros familiares que moram no bairro Alto Vera Cruz. 

A criança foi levada para o Hospital Municipal Odilon Behrens, onde a equipe médica constatou uma lesão na vagina, proveniente de uma tentativa de penetração. 

Leia mais:

Médico suspeito de estupro fazia vídeos das partes íntimas de pacientes; polícia procura vítimas
Promotores interrogam João de Deus e preparam terceira denúncia
MP recebe relato de abuso infantil em caso João de Deus
Padrasto é condenado a 12 anos por estuprar menina no Norte de Minas
Vizinho estupra menina de 4 anos em Uberlândia após dizer que iria levá-la para tomar banho