Um dos suspeitos de participar do assassinato do analista de sistemas André Elias Ferreira, de 40 anos, cunhado do dono da Madeireira Macal, se entregou à polícia na madrugada deste sábado (19). Pedro Carlos de Freitas Ferreira Alves tinha uma mandado de prisão em aberto contra e foi levado direto para um presídio, conforme a Polícia Civil. O local não foi informado pela Seds.

O crime aconteceu em 23 de junho de 2011. André foi morto a tiros na BR-381, em Itatiaiuçu, na região Central do estado. A motivação do assassinato seria uma disputa patrimonial. André Ferreira era casado com a irmã de Luiz Antônio Caus, sócio-proprietário da empresa, já indiciado pelo crime. 

Em fevereiro deste ano, a polícia já havia prendido o empresário e outros três suspeitos, um amigo dele, um suspeito de intermediar o contrato de execução da vítima e um pistoleiro.