Um homem suspeito de vários crimes contra motoristas de aplicativos de transporte foi preso nesta quinta-feira (16) no bairro das Indústrias, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil, ele pode ter cometido pelo menos dois latrocínios e três roubos.

Segundo o chefe do 1º Departamento de Polícia Civil, delegado-Geral Wagner Sales, o jovem, de apenas 18 anos, vinha atuando de forma recorrente na região Noroeste da capital. “Temos apurados até o momento cinco crimes cometidos por ele, sendo dois latrocínios e três roubos, geralmente com emprego de arma de fogo ou arma branca. Ele é um indivíduo altamente perigoso que hoje conseguimos tirar de circulação”, explica Sales.

As investigações apontaram que o criminoso usava o celular de terceiros para solicitar as corridas que seriam pagas em dinheiro. Os chamados eram quase sempre do bairro Jardim das Indústrias, em Contagem, com destino ao bairro Ouro Preto, na Pampulha. 

Durante o trajeto ele anunciava o assalto e levava aparelhos celulares, dinheiro e até mesmo o carro das vítimas.

No dia 14 de abril, ele solicitou uma corrida e anunciou o assalto no bairro Paquetá. O motorista teria reagido e foi baleado na cabeça. Mesmo ferido, ele conseguiu chegar até um bar, onde pediu socorro. Mas morreu no hospital em 21 de abril.

O outro crime foi em abril de 2018. Um motorista de 32 anos também foi morto em um assalto no bairro Ouro Preto. Na época, o suspeito era menor de idade.

O jovem foi encaminhado ao sistema prisional, mas os agentes não descartam a possibilidade dele ter feito mais vítimas.