Dois homens foram presos em flagrante, na manhã desta quinta-feira (18), suspeitos de pedofilia. A dupla, conforme a Polícia Federal, armazenava fotos e vídeos com conteúdo de abuso sexual infantil em celulares e computadores e, depois compartilhava os arquivos na internet, inclusive em aplicativos de troca de mensagens.

As prisões aconteceram durante a operação "Cantinho do Pensamento", deflagrada pela Polícia Federal para coibir o crime de pornografia infanto-juvenil. Os agentes cumpriram dois mandados de busca e apreensão em Belo Horizonte e Mateus Leme, na Região Metropolitana, e flagraram o conteúdo criminoso com os suspeitos.

Um deles, detido na Vila Nova Paraíso, na capital, é ajudante de pedreiro e tem 32 anos. O outro é torneiro mecânico, de 41 anos, morador da cidade localizada na Grande BH. A PF chegou até a dupla após investigações.

Se condenados, eles poderão pegar até seis anos de prisão. Ambos foram encaminhados para a Penitenciária Nelson Hungria, onde permanecerão à disposição da Justiça.