Três homens, suspeitos de envolvimento no latrocínio quando empresário Fábio Cordeiro Maria, de 36 anos, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, foram apresentados pela Polícia Civil nesta quarta-feira (17).
 
A vítima foi encontrada morta dentro do banheiro, em 14 de abril, com os braços amarrados com cinto e os pés atados com fios. A operação da Polícia Civil que culminou na prisão dos suspeitos foi realizada na última sexta (12). Uma mulher de 31 anos também foi presa, suspeita de participar do crime.
 
Segundo o 4º Departamento de Juiz de Fora e da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos (DERR) da Polícia Civil, a investigação terá prosseguimento e o envolvimento de mais pessoas não está descartado. 
 
Conforme a delegada Patrícia Ribeiro, foi possível chegar até os autores após investigações e depoimentos de testemunhas. Segundo ela, o crime aconteceu durante uma festa em uma residência de um condomínio na Bairro Filgueiras, no dia 12 de abril. 
 
“Houve uma discussão porque a vítima teria uma dívida de drogas com duas pessoas presentes na festa. A partir disso, ela foi agredida com socos e chutes e amarrada”, explicou.