Dois homens suspeitos de venda de atestados médicos foram presos no Centro de Belo Horizonte. De acordo com boletim de ocorrência, os policiais abordaram os estelionatários durante uma operação na rua Carijós, na manhã desta quinta-feira (16).
 
Um dos suspeitos, de 29 anos, ficou bastante nervoso com a presença dos militares e durante as buscas ele entregou um atestado médico em branco e carimbado. Ele contou que achou o documento em uma lixeira e que venderia no local. Disse ainda que trabalhava na região captando clientes para tirar fotos 3X4 e para a compra e venda de ouro. 

Em seguida levou os policiais até um comércio na Praça Sete onde guardava uma mochila. No interior da bolsa foram encontrados outros três atestados.

Outro suspeito, de 47 anos, foi abordado e, na carteira dele, a PM encontrou um receituário em branco contendo dados de uma médica. O homem teria várias passagens por estelionato e confessou que venderia a receita por R$ 30,00. O suspeito também tinha atestados médicos em branco, carimbos do Conselho Regional de Medicina (CRM), além de cópias de carteiras de identidade.

A corporação entrou em contato com todos os médicos responsáveis pelos carimbos que constavam nos atestados e os profissionais informaram que não forneceram nenhum atestado para pessoas que trabalham na Praça 7.