Técnica de enfermagem é afastada após suposta vacinação com seringa vazia em Campo Belo; veja vídeo

Anderson Rocha
@rocha.anderson_
02/06/2021 às 13:31.
Atualizado em 05/12/2021 às 05:04
 (Reprodução/ Redes sociais)

(Reprodução/ Redes sociais)

Uma técnica de enfermagem de 28 anos foi afastada temporariamente do cargo pela Prefeitura de Campo Belo, no Sul de Minas, após suspeita de falsa vacinação contra Covid-19 em uma mulher. O caso ocorreu nessa terça-feira (1) e será apurado pela administração municipal. A servidora chegou a ser levada para prestar depoimento em uma delegacia, mas foi liberada.

De acordo com a Polícia Militar, uma moradora de 41 anos procurou a unidade básica de saúde (UBS) Piloto Davis, no bairro Floresta, nessa terça-feira, para relatar que não teria sido imunizada contra a Covid, durante ida ao local. A filha dela teria feito um vídeo, que mostrava a aplicação de uma seringa vazia no braço.

A coordenação da UBS acionou a corporação e registrou o caso. Segundo o documento, os militares conversaram com a técnica de enfermagem em questão, que afirmou que trabalha no local há três anos e que permitiu que fosse gravada a vacinação justamente porque ela "estava fazendo o trabalho corretamente".

Apuração do caso

Em nota divulgada na noite dessa terça-feira (1), a Prefeitura de Campo Belo informou que decidiu afastar a trabalhadora temporariamente e que a situação será apurada em processo administrativo. "Comprovado o erro, a servidora será exonerada do cargo", declarou. 

A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Belo também explicou que, independentemente do resultado da investigação, vai ampliar a fiscalização da vacinação contra a Covid-19. "O profissional de saúde terá de mostrar a seringa cheia antes da aplicação e vazia após o procedimento".

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por