A partir da zero hora do próximo domingo (3), os usuários do sistema de transporte metropolitano da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) pagarão, em média, 12,89% a mais pelas tarifas. O aumento foi autorizado pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), conforme publicação do Diário Oficial de Minas Gerais desta quarta-feira (30).

A tarifa predominante, de R$ 3,95 – cobrada a partir do Move Metropolitano nos terminais São Gabriel, Vilarinho, Justinópolis, Morro Alto e São Benedito –, passará para R$ 4,45 (12,66%). De acordo com a Setop, essa tarifa corresponde a 5,1 milhões das 19,9 milhões de passagens vendidas mensalmente neste ano no sistema. Os novos valores serão informados por meio de cartazes afixados no interior dos coletivos.

O sistema metropolitano possui 852 linhas e opera com uma frota de 2.946 veículos, que transportam uma média de 665 mil usuários por dia, em cerca de 15 mil viagens. Na comparação com o ano passado, a Setop avaliou uma redução média de 1,1 milhão de passagens por mês.

Outro reajuste

Na mesma data, haverá aumento, também, nas tarifas do transporte intermunicipal, exceto nas linhas que circulam na RMBH. O reajuste, nesse caso, será de 11,90%. A frota do Sistema Intermunicipal de Transporte de Passageiros dispõe de 5.497 veículos, que atendem a uma média de 5,36 milhões de passageiros por mês.

Com os novos valores, a menor tarifa passará a ser de R$ 2,80, de Sete Lagoas a Prudente de Morais, por exemplo, e a maior será de R$ 263,50, de Uberlândia a Juiz de Fora.

Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), o reajuste anual é previsto pelo contrato de concessão de prestação de serviço de transporte coletivo intermunicipal de passageiros.

A alteração, conforme o DER/MG, visa à correção da defasagem de valores das tarifas nos últimos 12 meses, considerando "variação dos preços de insumos, como combustíveis, peças de reposição, manutenção, depredação dos veículos, tributos e remuneração da mão de obra".

Mais barata

Já a linha executiva que liga a capital ao Instituto Cultural Inhotim teve a tarifa reduzida em 5,96%, passando de R$ 36,05 para R$ 33,90, mesmo valor cobrado na linha executiva que liga Contagem ao Aeroporto de Confins, ambos na Grande BH.

Clique aqui e confira a relação das linhas e os respectivos valores

Atualizada às 13h19