Belo Horizonte segue com taxa de transmissão da Covid-19 em nível amarelo de alerta. Boletim divulgado pela prefeitura nesta segunda-feira (6) mostra que o índice cresceu em relação à última atualização, feita na sexta-feira (3), saindo de 1,03 para 1,05. O número é o mais alto desde 23 de setembro, quando atingiu a marca de 1,06.

O dado atual significa que a cada 100 pessoas infectadas pelo coronavírus, há risco de outras 105 se contaminarem. O ideal é que o índice permaneça abaixo de 1.

A taxa de ocupação de leitos de enfermaria exclusivos para a Covid-19, que estava em nível amarelo de alerta na sexta (3), retornou ao nível verde, saindo de 50,6% para 44,9%. A taxa de ocupação de leitos de UTI é de 43,6%.

Desde o início da pandemia, a capital mineira já registrou 293.560 casos de Covid-19 e 7.045 pessoas morreram em decorrência da doença. No momento, 855 pacientes seguem em acompanhamento médico.

Vacinação
De acordo com o boletim epidemiológico desta segunda, 2.139.158 pessoas receberam a primeira dose da vacina em BH. Destes, 1.904.696 receberam a segunda aplicação da vacina.

Foram 60.898 pessoas imunizadas com a vacina da Janssen e 348.137 receberam a dose de reforço na capital.

Leia mais:
Brasil recebe mais 1,5 milhão de doses da vacina da Pfizer contra a Covid
Shoppings de BH passam a funcionar como postos de vacinação contra a Covid-19; confira locais