A taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com a Covid-19 voltou a ficar abaixo de 100% em Belo Horizonte após onze dias consecutivos. Segundo o boletim epidemiológico assistencial da prefeitura, divulgado nesta terça-feira (30), o índice chegou a 97,2%.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), a redução se deve aos novos leitos que foram abertos nos últimos dias. "Depois da união de esforços da Prefeitura de Belo Horizonte e dos hospitais da Rede Particular, a taxa de ocupação geral de UTI Covid (SUS + Particular) diminuiu", reforçou o executivo. "A última vez que essa taxa ficou abaixo dos 100% foi em 18 de março", explicou a PBH em nota.

A ocupação de enfermarias, para doentes menos graves com a doença não apresentou alteração se comparada ao informe anterior e está em 85,7%.

A taxa de transmissão da Covid-19 caiu pelo quarto dia consecutivo e chegou a 1,09, o que significa que, em média, 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 109. O índice está no alerta amarelo, mas segundo especialistas, o ideal é que o RT fique sempre abaixo de 1.

A capital mineira já confirmou 141.219 casos do novo coronavírus desde o início da pandemia, há um ano. Destes, 3.202 pessoas perderam a vida para a doença. Os pacientes recuperados somam 131.458, enquanto outros 6.559 seguem em acompanhamento médico.

Ao todo, 260.759 pessoas receberam a primeira dose da vacina na cidade. Deste grupo, 93.346 foram imunizados com a segunda dose. O município já recebeu 514.970 doses, entre Coronavac e a vacina da AstraZeneca/Oxford. Desse montante, 465.363 doses já foram transferidas para os postos de vacinação.