Taxistas de Belo Horizonte fazem, na manhã de segunda-feira (14), uma manifestação exigindo a regulamentação de aplicativos de transporte de passageiros na capital, como Uber, Cabify e 99Pop.

Os veículos, em carreata, saíram da Esplanada do Mineirão, na região da Pampulha, rumo à Prefeitura de Belo Horizonte, no Centro. Depois foram até a Câmara Municipal de BH, no bairro Santa Efigênia, na região Leste da cidade.

De acordo com o grupo, que se identificou como Movimento Independente de Taxistas de Belo Horizonte e Região Metropolitana, pede a regulamentação dos aplicativos, com regras, fiscalização e deveres. "Hoje, qualquer pessoa pode ser Uber, por exemplo. Mas, nós, taxistas, temos regras a seguir, somos fiscalizados. Nós queremos uma regulamentação dos concorrentes para que possamos ter uma competitividade justa", afirma a manifestante Nívea Maria.

O movimento está sendo feito sem o apoio do Sindicato Intermunicipal dos Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários (Sincavir). A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato com a Prefeitura de Belo Horizonte e aguarda resposta.

A BHTrans, Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte, está monitorando a carreata. Acompanhe aqui:


Decreto suspenso

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais negou um pedido de recurso da Prefeitura de Belo Horizonte, em fevereiro deste ano, e manteve a liminar que suspende o decreto municipal criado para regulamentar o transporte por aplicativos na capital.

O decreto 16.832/18 foi instituído em janeiro para regulamentar o trabalho de empresas como Uber, Cabify e 99Pop, e causou polêmica por estabelecer uma cobrança de taxa pelas corridas.

Leia também:

Justiça mantém liminar que suspende decreto sobre transporte por aplicativos em BH
Câmara aprova projeto de lei que regulamenta aplicativo de transporte individual