O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (25), que irá distribuir vacinas para a aplicação da terceira dose em idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. A entrega aos estados ocorrerá a partir da segunda quinzena de setembro. 

Segundo a pasta, o reforço será, preferencialmente, com a vacina da Pfizer ou, de maneira alternativa, com os imunizantes da Janssen ou AstraZeneca. 

“A ação será destinada a todos os indivíduos imunosuprimidos após 28 dias da segunda dose e para pessoas acima de 70 anos vacinadas há 6 meses”, informou pelo Twitter. 

O Ministério da Saúde disse, ainda, que a partir do próximo mês, o intervalo entre as doses da Pfizer e AstraZeneca passará de 12 a 8 semanas para toda a população. “Essas decisões foram tomadas em conjunto com Conass, Conasems e a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (CETAI) do nosso ministério”, concluiu.

Até o início da noite de terça (24), 123,9 milhões de brasileiros receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no país. Deste grupo, 55,7 milhões receberam o tomaram ou dose única, da Janssen.  

Leia mais:
Média móvel de mortes por Covid-19 está abaixo de 900 há 14 dias no país
Brasil registra 894 mortes e 30,8 mil casos de Covid-19 em 24 horas
Mais de 7 mil máscaras são distribuídas à população vulnerável em BH