Estudantes interessados em fazer universidade por meio de algum programa federal precisam mostrar, além de preparo e conhecimento, paciência e nervos de aço. Ontem não foi diferente para os milhares mineiros que desejam ingressar em uma faculdade particular por uma das 16.975 bolsas oferecidas pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Depois de apresentar um link onde haveria o resultado pela manhã, o Ministério da Educação (MEC) substituiu o endereço por uma mensagem “Aguarde o resultado da 1ª chamada”. Os candidatos só puderam acessar os dados do programa no início da noite. 

Além disso, os estudantes ficaram confusos em relação ao prazo dado para que os selecionados pelo ProUni procurassem as instituições de ensino para entregar a documentação necessária – comprovantes de identificação e rendimentos de todos os membros da família. Enquanto no edital do programa, publicado no ano passado, se afirmava que o prazo iria de 6 a 13 de fevereiro, no portal dedicado ao ProUni (siteprouni.mec.gov.br) havia a informação de que os documentos deveriam ser levados às faculdades somente nos dias 6 e 7 (veja nas imagens aos lado). Questionado sobre o conflito de informações, o MEC disse que as do edital eram válidas e, em seguida, alterou o prazo descrito na plataforma digital. A segunda chamada será no dia 20.

Sobre a demora em publicar os resultados do programa, a pasta respondeu que, “conforme o edital, não há horário específico para publicação do resultado, que ocorrerá no decorrer do dia”. Na internet, a lista de aprovados só foi liberada após as 18h.

À espera

O estudante Breno Passos, de 22 anos, passou o dia de ontem em frente ao computador à espera do resultado, para saber se conseguiria a bolsa para estudar fotografia no Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH). “Como as notas de corte vinham sendo atualizadas depois das 9h da manhã, eu imaginei que o resultado sairia mais ou menos nesse horário”, afirmou o rapaz.

Ele ficou muito preocupado quando viu na página do programa na internet uma alteração no prazo de entrega. “Os candidatos precisam levar muitos documentos de todas as pessoas de casa para comprovar as informações que eles pedem. Alterar o prazo no site e demorar para soltar o resultado só dificultam essas coisas”, lamentou o estudante.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais de cursos de graduação em instituições privadas de educação superior. A seleção dos candidatos é feita a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Este ano, estão sendo oferecidas 214.110 bolsas de estudo em todo o país.

 

ProUni


Leia também: 
MEC divulga resultado do ProUni após problemas de acesso à página
Link do ProUni aparece na internet, mas MEC diz que resultado ainda não saiu
MEC anuncia resultado do ProUni, mas candidatos não conseguem consultá-lo