O trânsito e o estacionamento de veículos no centro histórico de Tiradentes, no Campo das Vertentes, será objeto de audiência pública nesta quinta-feira (25), no Centro da cidade. O objetivo é discutir soluções para a preservação do patrimônio histórico-cultural local, tombado pelo Instituto Patrimônio Artístico Nacional (Iphan), em 1938. 

De acordo com Ludmila Junqueira Duarte Oliveira, procuradora da República responsável pelo inquérito civil que trata do assunto, estarão presentes no encontro representantes de organizações da sociedade civil, cidadãos e órgãos públicos envolvidos direta ou indiretamente com os problemas existentes. A audiência é organizada pelo Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG).

Alternativas ao tráfego 

Laudo técnico elaborado pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) aponta a necessidade de adoção de medidas para melhorar o quadro no local. Dentre elas, estão a criação de novas áreas de estacionamento, utilização de micro-ônibus ou vans para transporte de passageiros e campanhas educativas incentivando o deslocamento não motorizado. 

Também foram sugeridas a elaboração de um plano de mobilidade urbana, plano de sinalização viária e de ato normativo pela prefeitura para restrição das áreas de circulação e estacionamento de veículos no centro histórico. 

Na audiência, são esperados representantes da prefeitura e da câmara municipal, do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), do Iphan, da Universidade Federal de São João del-Rei, de conselhos municipais e associações de moradores. 

A reunião será das 17h às 22h, no Centro Cultural Yves Alves (rua Direita, 168, Centro de Tiradentes).