Cerca de três toneladas de drogas foram apreendidas em 2019 em Minas Gerais em ações da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco), que reúne agentes da polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal, além dos Departamentos Penitenciários Nacional (Depen). Desse total, 401 kg são de pasta base de cocaína.

"A atuação conjunta entre os órgãos policiais permite o compartilhamento eficiente de informações, o que resulta em uma reposta qualificada de repressão ao crime organizado. Além das apreensões de drogas, a unidade realizou operações expressivas de combate à lavagem de dinheiro proveniente de diversos crimes, em especial aqueles praticados por facções criminosas", explicou o delegado Murillo Ribeiro de Lima.

O balanço foi divulgado nesta quinta-feira (2), e um dos destaques foi a deflagração da Operação Caixa Forte, em agosto deste ano, de combate ao crime organizado. Cerca de 250 policias cumpriram 145 mandados judiciais, sendo 52 de prisão preventiva, 48 de busca e apreensão e 45 bloqueios de contas bancárias em 18 cidades e unidades prisionais de Minas, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul. 

Outro golpe contra o tráfico de drogas ocorreu em fevereiro, com a apreensão de 1,5 tonelada de maconha, 26 kg de pasta base de cocaína e 10,1 kg de insumos utilizados na preparação dos entorpecentes.

Apreensão drogas em Minas

Em março, os agentes também localizaram 370 kg de pasta base de cocaína escondidos em um caminhão. "As ações integradas resultaram em expressiva quantidade de entorpecente apreendido, o que representou um duro golpe na criminalidade violenta, já que o tráfico de drogas é um dos principais fomentadores de outras modalidades criminosas. A queda nos índices de criminalidade em todo o estado corrobora a eficácia desse modelo de atuação", comemorou o delegado Gustavo Henrique Ferraz Silva Lopes.

Leia mais:

PRF apreende cerca de duas toneladas de maconha em Manhuaçu
Apreensões de maconha em rodovias federais de Minas em 2019 já superam as de todo o ano passado
Três toneladas de drogas são encontradas em caminhão carregado com repolhos em Montes Claros