Trabalhadores da rede municipal de Educação de Belo Horizonte farão uma paralisação nesta sexta-feira (22) contra mudanças na contribuição previdenciária. O Dia Nacional de Luta contra a Reforma da Previdência é organizado por sindicatos e movimentos sociais e vai promover atos por todo o país em defesa da Previdência Pública e pelo direito à aposentadoria. 

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte (Sind-Rede BH), uma assembleia geral dos trabalhadores concursados foi marcada para às 13h30, na quadra coberta da Escola Municipal Marconi, no bairro Gutierrez, região Oeste de BH. No mesmo local, um pouco mais tarde, às 14h, é a vez dos terceirizados.

A categoria vai definir os próximos passos da luta pelo reajuste salarial, de acordo com o reajuste do piso nacional (concursados) e por um acordo digno para os trabalhadores terceirizados (MGS e Caixa Escolar).

Às 16 horas, os trabalhadores participam de uma manifestação na praça da Assembleia Legislativa.  

A assessoria da Prefeitura de Belo Horizonte foi procurada, mas não se pronunciou sobre a paralisação.