Dois indicadores de monitoramento da Covid-19 registraram queda em Belo Horizonte nesta terça-feira (20), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura.

Após três semanas de sucessivos aumentos, o número médio de transmissão por infectado (RT), que mede a circulação do vírus no município, caiu de 1,04 para 1,02. Isso significa que cem pessoas contaminadas transmitem a doença para outras 102. O índice continua em nível de alerta, no amarelo. 

A taxa de ocupação dos leitos de terapia intensiva também reduziu, desde o último informe, e passou de 64,9% para 64,1%. Dos 740 leitos de UTI existentes na cidade, incluindo os de hospitais públicos e privados, 474 estão ocupados com pacientes em estado grave.

Já ocupação das enfermarias registrou alta e chegou a 52,2%, ante a 51,8% das últimas 24 horas.

Balanço de casos

Belo Horizonte ultrapassou a marca de 6 mil mortes por Covid-19. De acordo com o informe, 6.097 pessoas perderam a vida para a doença desde o início da pandemia. O número total de casos confirmados chega a 251.690, dos quais 241.109 são considerados recuperados. Outros 4.484 pacientes permanecem em acompanhamento.

Até o momento, 57,6% da população com mais de 18 anos no município (1.317.820) tomou a primeira dose da vacina contra a Covid 19. Desse total, 510.365 pessoas foram imunizadas com as duas doses e 35.186 receberam a dose única, somando 23,2% do público-alvo.

Leia Mais:
Processo de idoso do Sul de Minas que pede 'revacinação' será julgado em segunda instância
BH pode ampliar horário de funcionamento de bares e restaurantes até as 23h, diz setor
Minas já confirmou 142 casos da síndrome infantil rara associada à Covid-19