A taxa de transmissão da Covid-19 teve queda registrada pelo segundo dia consecutivo em Belo Horizonte, de acordo com o boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (29). A ocupação dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com a doença também apresentou um leve declínio, mas segue em estado de alerta e aparece no nível vermelho no gráfico de indicadores de monitoramento da pandemia na cidade.

De acordo com os dados, a ocupação dos leitos de terapia intensiva, que chegou a ultrapassar a marca dos 80% na segunda-feira (28), agora aparece com 78,8% das. Um aumento foi registrado apenas nas vagas de enfermaria, que subiu de 61,2% para 63,8%.

Já a taxa média de transmissão por infectado (Rt) foi reduzida de 0,96 para 0,95 e segue no nível verde pela segunda vez desde a primeira quinzena de novembro.

O Rt em 0,95 significa que, neste momento, 100 infectados transmitem o vírus, em média, para outras 95 pessoas. Quando o Rt está abaixo de 1,00, a tendência é haver uma redução gradual no número de casos da doença confirmados diariamente.

Números de casos

De acordo com o boletim, 461 novos casos da doença foram confirmados em 24h na capital. Com isso, Belo Horizonte contabiliza 62.286 infectados desde o início da pandemia, em março.

Mais sete mortes foram contabilizadas, chegando a 1846 vidas perdidas por conta da Covid-19. Entre o número total de óbitos, 1.030 eram homens e 816 mulheres.

Outros 2.900 pacientes estão em acompanhamento, em isolamento domiciliar ou internados.

Leia mais: 
Covid-19: isenção de impostos para remédios é prorrogada até junho
Zema prorroga estado de calamidade pública em Minas por causa da Covid por mais seis meses
Reunião entre Kalil e infectologistas nesta quarta pode redefinir o funcionamento do comércio de BH