Uma travesti de 25 anos foi assassinada na noite desse domingo (12), no bairro Santa Branca, na região da Pampulha. Em depoimento à Polícia Militar, colegas de trabalho da vítima disseram que a jovem foi morta por não pagar pelo ponto comercial em que atendia.

O corpo da travesti foi encontrado em um beco, localizado entre a avenida Pedro I e a rua Sapucaí-Mirim, por volta das 23h, com sinais de luta corporal, além de 15 golpes de faca na cabeça, ombro e pescoço.

De acordo com relatos de travestis que trabalham na região, Taila teria sido ameaçada de morte pela pessoa que gerencia o local por inadimplência com o pagamento do ponto.

Segundo a perícia, o corpo estava em estado de rigidez cadavérica, indicando que o assassinato ocorreu horas mais cedo. Por ser um local de difícil acesso, a PM precisou da colaboração do Corpo de Bombeiros para retirar a vítima do beco. Ela foi levada para o Instituto Médico-Legal (IML). 

Nenhum documento da vítima foi encontrado. O caso foi encerrado na 3ª DP de Homicídios de Venda Nova.