Uma travesti foi assassinada a facadas no bairro Lagoinha, na região Noroeste de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (31). Segundo a Polícia Militar, o corpo foi encontrado na avenida Nossa Senhora de Fátima, com 11 golpes de faca no pescoço.

A vítima, que ainda não foi identificada, aparentava ser moradora de rua e tinha entre 35 e 40 anos. A expectativa da polícia é que três tatuagens possam ajudar no reconhecimento do corpo: uma caveira no braço esquerdo, um código de barras no direito e o nome Maria Cecília na perna direita.

A polícia conversou com vários moradores de rua da região que disseram nunca ter visto a travesti. A autoria e a motivação do crime ainda são desconhecidas. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).