As confusões na partida entre Cruzeiro e Palmeiras, realizada neste domingo (8), no Mineirão, fizeram com que 13 pessoas dessem entrada no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, até o momento. Entre os casos registrados estão: escoriações por todo o corpo, cortes na cabeça, fraturas nas pernas, e lesões nos joelhos. 

O caso mais grave é o de um torcedor da Raposa que foi mordido no nariz durante o tumulto e terá que passar por uma cirurgia de reconstrução no local.

Tumultos

O iminente rebaixamento do Cruzeiro para a Série B do Campeonato Brasileiro, confirmado com a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, gerou um cenário de guerra no Gigante da Pampulha antes mesmo do final da partida.

Restando cerca de 20 minutos para o encerramento do duelo, vários focos de confusão no estádio geraram muita correria nas arquibancadas.

Nem mesmo a intervenção da Polícia Militar impediu que vários torcedores depredassem o Mineirão e começassem a atirar cadeiras, pedaços de ferro e outros objetos em direção ao gramado, e até em outros setores das cadeiras.

Do lado de fora, na Esplanada do estádio e nos estacionamentos também houve muita confusão e correria.