Treze novos radares passam a funcionar em Belo Horizonte a partir desta quinta-feira (20). São 10 que detectam o avanço de semáforo e três de controle de velocidade. Esses novos equipamentos estão instalados no decorrer das avenidas Vilarinho, Antonio Carlos e Nossa Senhora do Carmo.

Para a instalação dos equipamentos, segundo a BHTrans, foram usados critérios técnicos, que consideram os locais com maior incidência de acidentes.
 
Segundo a BHTrans, com os novos aparelhos, a capital mineira passa a contar agora com 101 radares do tipo “Detector de Avanço de Semáforo”. 
 
Confira os locais dos novos radares:
 

ENDEREÇO

SENTIDO

1

Av. Vilarinho esq. Rua Severino Lara

Centro / Bairro

2

Av. Presidente Antônio Carlos esq. Rua Rio Novo

Centro / Bairro

3 faixas

3

Av. Presidente Antônio Carlos esq. Rua Rio Novo

Centro / Bairro

2 faixas

4

Av. Nossa Senhora do Carmo esq. Rua Cristina (Pista Interna)

Centro / Bairro

5

Rua Uruguai esq. Av. Nossa Senhora do Carmo

Anchieta / Sion

6

Av. Nossa Senhora do Carmo esq. Rua Uruguai (Pista Interna)

Bairro / Centro

7

Av. Nossa Senhora do Carmo esq. Rua Uruguai (Pista Externa)

Bairro / Centro

8

Av. Vilarinho, a 60 Metros do Viaduto da Av. Dom Pedro I

Bairro / Centro

9

Rua Severino Lara, esq. Av. Vilarinho

Centro / Bairro

10

Rua Espinosa. esq. Av. Dom Pedro II

Bairro / Centro

 
 
Velocidade
 
Além dos novos aparelhos de avanço de sinal, a BHTrans também anunciou a operação de três novos equipamentos fixos de fiscalização eletrônica de controle de velocidade a partir de quinta-feira. O município passará a contar com 84 equipamentos desse tipo. Confira os locais:
 

ENDEREÇO

SENTIDO

1

Av. Presidente Antônio Carlos esq. Rua Formiga

Centro / Bairro

2

Av. Presidente Carlos Luz entre R. Quatorze e Anel Rodoviário

Bairro / Centro

3

Av. Nossa Senhora de Fátima, nº 1.784

Centro / Bairro

 
 
Acidentes
 
Segundo a BHTrans, a utilização dos radares produziu resultados satisfatórios em relação a acidentes de trânsito, com dados estatísticos no ano de 2013 registrando 1,08 mortes para cada 10.000 veículos no município de Belo Horizonte. Em 1.999, ano anterior à instalação dos radares no município, a média verificada foi de 5,98 mortes para cada 10.000 veículos.