Trio consegue destravar bicicleta da Yellow e é preso pela PM no Centro de BH

José Vítor Camilo
19/02/2019 às 18:51.
Atualizado em 05/09/2021 às 16:37
 (PMMG / DIVULGAÇÃO)

(PMMG / DIVULGAÇÃO)

Três jovens foram presos pela Polícia Militar (PM), na madrugada desta terça-feira (19), após conseguirem arrancar a trava e um deles fugir pedalando livremente em uma das bicicletas compartilhadas da Yellow, que ficam espalhadas pela cidade desde janeiro deste ano. Os suspeitos, de 18, 19 e 21 anos, foram presos em flagrante no Centro de Belo Horizonte. 

Era por volta das 2h quando uma viatura que fazia patrulhamento na região foi acionada por agentes da central de câmeras. Os equipamentos do Olho Vivo haviam flagrado três jovens agachados próximo de uma das bicicletas, sendo que tudo indicava que eles estariam tentando roubar o equipamento. 

Quando a viatura chegou ao local indicado, avistou dois dos suspeitos correndo pela avenida Assis Chateubriand e, mais a frente, sobre o viaduto Santa Tereza, o rapaz de 19 anos pedalava a bicicleta que havia acabado de ter danificado o sistema de travamento. 

Após a busca ser realizada, foi encontrado no bolso do suspeito mais novo um alicate que teria sido utilizado para arrombar a trava de segurança. Já com o rapaz mais velho, ainda de acordo com a PM, foram localizados pedaços de fio e peças de eletrodomésticos. O suspeito não soube dizer a procedência dos materiais. 

Após efetuarem a prisão em flagrante do trio, os policiais encaminharam os presos para a Delegacia de Plantão (Deplan) 2. 

O Hoje em Dia entrou em contato com a empresa Yellow, que informou, por meio de nota, que monitora todos os equipamentos e encaminha para a oficina aqueles que precisam de eventuais reparos. "A empresa lembra que as suas bicicletas foram desenvolvidas com peças exclusivas, que não se adaptam a outros modelos. Além disso, todas as bicicletas Yellow são rastreadas por sistema GPS - o que já evitou episódios indesejados e ainda levou à recuperação dos equipamentos e à apreensão de pessoas envolvidas nesses casos", completa o texto. 

Por fim, a Yellow afirma que toma conhecimento de casos importantes por meio dos guardiões - sua equipe de rua, destinada ao monitoramento e organização das operações -, por meio das autoridades locais ou por meio de denúncias feitas pelos próprios usuários, tanto no aplicativo como à polícia, com a qual a empresa atua em parceria. 

Como funcionam

Presentes em São Paulo desde 2018, as bicicletas e patinetes elétricos do aplicativo Yellow chegaram em Belo Horizonte no dia 15 de janeiro deste ano. Desde então, foi iniciada uma operação piloto nos bairros Centro, Savassi, Santa Efigênia, Santo Agostinho, Lourdes, Funcionários, Carmo, Cruzeiro, Anchieta e Sion. Ao todo, foram disponibilizadas na capital mineira 500 bikes e 250 patinetes. 

Para as bicicletas, o preço do aluguel é de R$ 1 a cada dez minutos, enquanto que para os patinetes o custo é de R$ 3 para o desbloqueio e R$ 0,50 para cada minuto de uso. As corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro, e os créditos para uso das bicicletas poderão ser comprados em dinheiro em estabelecimentos parceiros espalhados pela cidade.

Os patinetes estarão disponíveis todos os dias da semana das 8h às 20h, em pontos parceiros. No final do dia a Yellow recolhe os patinetes para recarga, manutenção e limpeza. E na manhã seguinte, os disponibiliza novamente para uso nos pontos privados.

Já as bikes podem ser usadas de segunda a segunda, 24 horas por dia, e estacionadas depois em qualquer lugar dentro da área de atuação da Yellow na cidade, em locais onde o estacionamento de bicicletas é permitido (paraciclos e vagas comum de veículos, perpendicularmente ao sentido da via). A novidade é que este serviço é realizado sem estação para retirada e devolução.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por