Os álbuns de figurinhas da Copa do Mundo 2014 mal começaram a ser distribuídos e o troca-troca de fotos repetidas já tem endereço certo: avenida Arthur Bernardes, 317, no bairro Santa Lúcia, na zona Sul de Belo Horizonte. É lá onde está a banca República do Líbano, que, há mais de 15 anos, se firmou como o ponto de encontro dos colecionadores.
 
A história começou com João Batista Pereira que, jornaleiro e vidrado com álbuns, pedia que os clientes à procura de figurinhas voltassem mais tarde para trocar as repetidas com ele. De boca em boca, ficou conhecido no bairro. Até que decidiu fazer da brincadeira uma forma de alavancar os negócios que, hoje, tem até nome: Clubinho da Troca.
 
A regra é simples. Quem compra mais de R$ 10 em pacotinho, leva uma cartela que é o “passe” para fazer trocas com a banca que, por sua vez, também coleciona fotos de jogadores. Para chamar a atenção de mais gente, os participantes concorrem a brindes comprados diretamente do site da Fifa.
 
Embora o papo seja sobre futebol, quem coordena a atividade atualmente é uma mulher. Jacqueline Pereira, de 31 anos, herdou o ofício do pai. E com bom humor que conquista a clientela, mantém a tradição criada por João, que trocou a capital por Unaí, no Noroeste de Minas.
 
“Eu era adolescente e meu pai já me colocava sentada na cadeira para administrar as trocas. Mas antes o número de colecionadores era pequeno. Hoje passam de mil”, disse orgulhosa. O lucro alcançado em época de Copa do Mundo é segredo de família.
 
Mesmo quem não quer fazer “negócio” com Jacqueline pode se dar bem nessa brincadeira. Nos fins de semana, a avenida fica lotada de colecionadores que trocam figurinhas. A diferença é que, enquanto a permuta com a banca acontece em poucos minutos, desfazer-se de figurinhas repetidas com os outros colecionadores demanda tempo e paciência.
 
O primeiro encontro do Clubinho da Troca está marcado para este sábado (12). Embora a banca só abra as portas às 9 horas, o movimento só aumenta quando “o sol esquenta e a fome aperta”, avisou Jacqueline que, até agosto, continuará ajudando os clientes a preencher o álbum.