Um projeto de mestrado da UFMG busca por mulheres interessadas em participar de uma pesquisa que visa investigar como o jejum influencia nas atividades diárias. Serão recrutadas 20 voluntárias, que devem ter de 18 a 59 anos de idade e índice de massa corporal (IMC) maior ou igual a 35.

Desenvolvido pela nutricionista Jenneffer Braga, do Programa de Pós-graduação em Ciência de Alimentos da Faculdade de Farmácia, o projeto de mestrado “O efeito inflamatório e metabólico do jejum em mulheres com e sem obesidade” procura investigar as implicações do jejum, prática cada vez mais adotada por quem busca melhoria na saúde.

O teste será realizado por um dia e as participantes deverão comparecer duas vezes ao Hospital das Clínicas da UFMG: de manhã e ao fim do dia, para avaliação. No intervalo, as voluntárias deverão ficar sem comer por 10 horas, enquanto desenvolvem suas atividades rotineiras, como trabalhar e estudar.

Após o jejum, elas serão avaliadas clinicamente (com a medição de glicose e coleta de sangue) e vão responder a um questionário com perguntas sobre a sensação de fome, humor, entre outros. Também será analisado o gasto de calorias ao longo do dia.

As interessadas podem enviar um e-mail para atendimentoufmg.ob@gmail. O prazo para manifestar interesse em participar da pesquisa termina em 15 de março, ou até que todas as voluntárias sejam selecionadas.