O pedido dos órgãos de saúde é efusivo para que a população fique em casa nos próximos dias para evitar a propagação do coronavírus. O objetivo é impedir a aglomeração de pessoas e forçar um isolamento social. 

Pensando nesta nova realidade, um grupo de pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) desenvolveu um aplicativo chamado "Fica em Casa". A ferramenta apresenta um compilado de supermercados, padarias e serviços para que as pessoas possam acessar sem a necessidade de sair de suas residências para fazer compras. 

“O nosso foco é sempre na preocupação com o coletivo. Fomos surpreendidos com o a propagação do coronavírus, que acabou colocando todo mundo em trabalho remoto. Fizemos o aplicativo em apenas dois dias depois de sugestões dos membros do grupo composto por estudantes e professores”, explicou Geane Alzamora, vice-coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermídia (NucCon) da UFMG.

O aplicativo, que é compartilhado em arquivo PDF no WhatsApp, é dividido por segmentos. Há, por exemplo, um setor de “alimentação e mantimentos”, com uma lista de supermercados, padarias e orgânicos e hortifruti. Na seção de “serviços e bem estar” é possível ter acesso a várias farmácias. 

fica em casa


"É tudo muito prático. Basta o consumidor clicar no símbolo do estabelecimento desejado para começar a fazer as suas compras. "O objetivo é facilitar a vida de todo mundo, seja de quem está prestando serviço ou de quem está em casa precisando sair", destacou Alzamora. 

Além do aplicativo, a UFMG disponibiliza em sua página na internet uma série de ações no combate à proliferação do coronavírus.