Começa nesta segunda (15), nos campi Pampulha, Saúde e Montes Claros, a 27ª Semana do Conhecimento da UFMG. Durante cinco dias, estudantes de ensino médio, graduação e pós-graduação, servidores técnico-administrativos em educação e professores vão socializar suas impressões e experiências acadêmicas inspirados no tema "Saberes e práticas para reduzir desigualdades".

Os mais de três mil trabalhos serão expostos por meio de pôsteres, slides e apresentações orais. A mostra inédita #VisualizaUFMG 2018 premiará vídeos que mostrem projetos de ensino, pesquisa e extensão da Universidade de forma rápida, clara e atrativa para o público não especializado. 

A Semana inova também com a realização do 1º Encontro de Mobilidade Internacional da UFMG, promovido pela Diretoria de Relações Internacionais, em parceria com a Escola de Ciência da Informação (ECI) e o Instituto Confúcio. Os 12 trabalhos inscritos serão apresentados no dia 9, na sala 1.000 da ECI, e reapresentados no dia 18, no CAD 3, no campus

A consonância do tema da Semana do Conhecimento UFMG com a proposta da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é vista pela reitora Sandra Regina Goulart Almeida como oportunidade de pôr em debate o papel da ciência como agente de promoção da igualdade, o que reforça a necessidade de investimentos em pesquisa, educação e nas próprias universidades. "Elas são patrimônio do Brasil e fundamentais na construção de um país sustentável e inclusivo", defende a reitora. 

Para a pró-reitora de Extensão, Cláudia Mayorga, responsável pela organização geral desta edição, "a Semana do Conhecimento é um momento para a comunidade acadêmica olhar para si e refletir sobre sua produção e analisar qual tem sido seu alcance. Como o tema desta edição é também o tema central da extensão, acreditamos que a Universidade tem muito a colaborar com o fortalecimento de valores como justiça, igualdade e democracia".

Outras formas de comunicar

A mostra #VisualizaUFMG, com 40 vídeos inscritos, é destacada pela pró-reitora como iniciativa que pode amplificar a divulgação da produção científica da UFMG. "Ao propor uma reflexão sobre como os saberes e práticas podem colaborar com uma sociedade menos desigual, acreditamos que outras formas de comunicação, que não somente por meio de pôsteres, artigos científicos, teses e dissertações, contribuam para a conexão com a sociedade", argumenta.

A abertura oficial da Semana ocorrerá simultaneamente nos campi Pampulha e Montes Claros, na segunda, às 9h. No Instituto de Ciências Agrárias, a professora Flávia Maria Galizoni, coordenadora do Mestrado em Sociedade, Ambiente e Território, faz palestra sobre o tema da Semana. Na noite do mesmo dia, às 19h, o professor Antônio Alvimar Souza, vice-reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), ministra a palestra Ciência como enfrentamento das desigualdades. A programação segue com minicursos, oficinas e palestra, além das apresentações dos trabalhos de iniciação científica e graduação.
 
Em Belo Horizonte, no CAD 3, o cacique Rosivaldo Ferreira da Silva (Babau), líder tupinambá, vai apresentar experiências e formas criativas de lidar com problemas do seu povo. O professor do Departamento de Antropologia da UnB José Jorge de Carvalho compartilhará sua vasta experiência a respeito de questões epistemológicas, teóricas, metodológicas e políticas sobre saberes distintos. Também contribuirá com o debate a professora Rosângela Pereira de Tugny, da Universidade Federal do Sul da Bahia, que já participou de projetos como o Acervo Curt Lange e o Laboratório de Etnomusicologia da UFMG.

Outros destaques da programação são o Seminário Anual do Instituto de Estudos Interdisciplinares, que será realizado nos dias 18 e 19, a Mostra Virtual Pesquisa e Extensão na Rede de Museus, que disponibiliza, no website da Rede de Museus UFMG, todos os pôsteres dos projetos realizados nos seus 21 espaços, e a feira agroecológica do campus Pampulha. 

No dia 18, quinta-feira, haverá entrega do Prêmio de Teses UFMG e anúncio dos vencedores do Grande Prêmio de Teses. O encerramento da Semana, na tarde de sexta-feira, dia 19 de outubro, no auditório da Reitoria, será marcado pela premiação dos trabalhos. A programação está disponível no site ufmg.br/semanadoconhecimento/