A UFMG vai traçar o perfil de estudantes e professores da instituição para definir se as aulas serão retomadas de forma on-line durante a pandemia do novo coronavírus. Até a próxima terça-feira (9), alunos da graduação, pós-graduação e do ensino básico, além de profissionais da universidade, devem responder a um questionário informando se conseguem participar do aprendizado remoto.

São 20 perguntas. Dentre elas, se a pessoa tem acesso à internet, equipamentos de informática e o grau de familiaridade com as ferramentas. A Federal também quer saber as condições de saúde mental dos universitários durante o distanciamento social. O questionário está sendo enviado por e-mail. Quem tiver dúvidas, pode entrar em contato com a instituição pelo endereço eletrônico consulta@ufmg.br.

O mapeamento, conforme destacou a reitora Sandra Regina Goulart Almeida, é importante para que a UFMG não exclua o aluno sem condições de participar. “A decisão precisa ser tomada com muita responsabilidade, sem prejuízo para os estudantes que têm alguma restrição de acesso a ambientes remotos e ferramentas digitais”, destacou.

Por enquanto, ainda não há previsão de quando as aulas presenciais serão retomadas. A reitora frisou que a universidade só voltará a abrir as portas quando as autoridades sanitárias disserem que é seguro.

Leia mais:
Minas confirma mais de mil casos de Covid e 17 mortes só nas últimas 24 horas
Reabertura de shoppings em Contagem vai parar na Justiça; prefeitura tem 48 horas para se manifestar