Uma semana depois de ter 500 hectares consumidos pelo fogo, o Parque Estadual do Ibitipoca, na Zona da Mata, será reaberto ao público nesta quarta-feira (7). Por conta da pandemia de Covid-19, a unidade de conservação está fechada há sete meses. 

O número de visitantes por dia no local será limitado a 500. Os grupos poderão ter até cinco pessoas. Além disso, será preciso agendar o passeio para os três circuitos com atrativos abertos (veja abaixo). A inscrição deve ser feita neste site

“A preocupação do parque com relação à visitação nesse período de pandemia é a aglomeração na portaria. Então, o agendamento vem justamente para evitar essa aglomeração. Nosso objetivo é minimizar os riscos à saúde dos visitantes, da equipe do parque e da comunidade local”, explicou a gerente da área verde, Clarice Silva.

A gestora da unidade de conservação orienta as pessoas a priorizarem horários com menos circulação de público. O uso da máscara será obrigatório em todo o período que o visitante estiver no Ibitipoca. 

Conforme o Instituto Estadual de Florestas (IEF), o pagamento do ingresso de acesso seguirá sendo feito na entrada do parque. De segunda a sexta-feira, a taxa é de R$ 20. Sábado e domingo, R$ 25. 

Já o valor cobrado pelo estacionamento é de R$ 20 para motocicletas, R$ 25 para automóveis com até sete pessoas e R$ 65 para veículos para mais de sete pessoas (como vans e ônibus). Nesse primeiro momento, a área de camping ainda não estará disponível.

Confira as regras para visitar o Ibitipoca:

  • Os três circuitos de trilhas terão horários e limitação de público. O Janela do Céu terá saídas às 7h e 9h. No Circuito Pico do Pião, três saídas: 8h, 10h, e 12h. Nesses dois, a permissão será de 55 pessoas por horário. Já o Circuito das Águas terão quatro horários de saída: 8h30, 10h30, 12h30 e 14h, com a limitação de 56 pessoas cada.
  • Interessados em fazer a observação da vida silvestre deverão pedir autorização diretamente pelo e-mail.
  • O estacionamento do parque terá limitação de 25 veículos. As vagas serão preenchidas por ordem de chegada. 

Destruição

O incêndio que atingiu o Parque Estadual de Ibitipoca começou na madrugada de 28 de setembro e foi controlado na noite do dia seguinte.

Cerca de cem pessoas trabalharam no combate às chamas com o auxílio de dez veículos, dois helicópteros, dois airtractors (aeronave capaz de despejar água em focos de incêndio), além de uma ambulância da Prefeitura de Lima Duarte, cidade onde a unidade está localizada.

Leia Mais:
Incêndio na Serra do Cipó afeta o turismo? Veja o que está aberto e fechado em Santana do Riacho
Cenário de cinzas: incêndios nos parques estaduais de Minas mais que dobram em menos de um mês
Queimadas, baixa umidade do ar e poluição deixam o pôr do sol vermelho em BH