A universitária Melina Nascimento França, que havia desaparecido no iníco da semana em Viçosa, na Zona da Mata, foi encontrada pela Polícia Militar (PM), na tarde desta quinta-feira (26). A jovem, de 21 anos, estudante de veterinária da Universidade Federal de Viçosa (UFV), estava na cidade de Lima Duarte, na mesma região.
 
Segundo a PC, uma colega da república da mulher notou o sumiço na noite de segunda-feira (23). Uma carta foi encontrada no imóvel em tom de despedida, no qual Milena mostrou decepção com os estudos e com um rapaz. A garota ainda citou nomes de familiares, amigos e escreveu com letras garrafais: “quero doar meus órgãos e ser cremada”.
 
A primeira informação que a polícia recebeu foi a de que Melina teria passado pela cidade de Rio Pomba. Posteriormente, ela teria ido para Conceição de Ibitipoca, onde teria passado a noite acampada. Nesta localidade, uma testemunha relatou à polícia que viu uma garota com características semelhantes a de Melina na manhã desta quinta. A partir das pistas, foi feito rastreamento na região e a PM achou a jovem horas depois.
 
O delegado Edvin Otto Filho, que coordena as investigações sobre o caso, acredita que a mulher teria resolvido andar sozinha por conta própria. A hipótese é sustentada tendo em vista de que ainda que não há confirmação que a jovem teria sido coagida a fugir, sofrido algum tipo de violência ou saído contra a sua vontade.

Melina, os familiares e amigos devem se apresentar à delegacia ainda nesta semana para prestar esclarecimentos.