Uso da máscara de proteção contra a Covid deve ser flexibilizado 'em breve', diz Zema

Marina Proton
mproton@hojeemdia.com.br
11/11/2021 às 10:04.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:14
 (Reprodução/ Pixabay)

(Reprodução/ Pixabay)

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), afirmou, nesta quinta-feira (11), que o Estado está próximo a desobrigar o uso de máscara de proteção contra a Covid-19. A medida deve ocorrer quando 70 a 80% da população mineira estiver com o esquema vacinal contra a doença completo, atingindo a chamada imunidade de rebanho.

“A Secretaria de Saúde está analisando e é provável que aconteça em breve. Muito provavelmente em novembro ou dezembro deveremos ter, como já ocorreu em alguns países e estados”, disse o governador à Rádio Itatiaia nesta manhã. 

Zema, no entanto, não disse se a desobrigação valerá para espaços abertos ou fechados. Anteriormente, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), no entanto, informou que o equipamento de proteção pode se tornar facultativo em lugares arejados ainda este ano.

Vacinação

Em Minas, até a manhã desta quinta-feira, quase 70% da população acima de 12 anos está completamente imunizada com duas doses ou dose única, da Janssen. São 12,5 milhões de pessoas vacinadas. 

Em relação à primeira aplicação, mais de 16,1 milhões receberam a primeira dose, o que equivale a quase 90%.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por