O comércio do Centro de Belo Horizonte ficou bastante movimentado neste sábado (8), véspera de Dia dos Pais. A reabertura dos estabelecimentos da fase 1 da flexibilização na capital teve início na última quinta-feira (6), após a prefeitura anunciar queda na velocidade de transmissão do novo coronavírus.

As imagens feitas pelo fotógrafo Lucas Prates mostram a grande circulação de veículos pelas ruas do hipercentro e muitas lojas abertas.

À reportagem, a enfermeira Eunice Lima contou que conseguiu encontrar os produtos que precisava comprar e notou que os comerciantes estavam preparados para receber o público com segurança. "Gostei da reabertura e tenho certeza que vou continuar gostando, desde que tenha consciência individual e coletiva dos riscos. Todo mundo tomando cuidado, pensando em si e nos outros, acho que não tem problema nenhum [abrir]", afirmou.

Flexibilização na metrópole

A retomada do comércio de Belo Horizonte será feita em três fases. A primeira, iniciada na quinta-feira, contempla varejistas e atacadistas, shoppings centers, salões de beleza (exceto clínicas de estética) e galerias de lojas, além do serviço de drive-in,

Nesta semana, os estalecimentos foram autorizados a permanecerem abertos até este sábado (8). Já na próxima semana, poderão reabrir de quarta a sexta-feira, quando a prefeitura deverá analisar os impactos da flexibilização na cidade.

Em entrevista coletiva concedida na última terça-feira (4), o secretário municipal de Planejamento, André Reis, alertou que a cidade poderá ser novamente fechada caso os números da Covid-19 cresçam. Porém, se houver estabilização, o plano de retomada avança para a fase 2, quando bares, restaurantes e lanchonetes voltarão a receber público para consumo nos estabelecimentos.

Leia Mais:
Compra virtual aumenta quase 500% na pandemia; muitas novidades vieram para ficar
Minas ultrapassa 150 mil casos confirmados de Covid
Prefeitura de BH inicia fiscalização de cumprimento de regras sanitárias em shoppings e galerias