Uma das vítimas da queda de um avião de pequeno porte no bairro Caiçara, na região Noroeste de Belo Horizonte, deixou o Centro de Tratamento Intensivo do Hospital João XXIIII, nesta segunda-feira (2).

Segundo a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), o paciente Thiago Funghi Torres, de 32 anos, foi transferido para a enfermaria. Já Srrael Campras dos Santos, de 33, permanece no CTI. “Eles estão estáveis, respirando sem aparelhos e evoluindo clinicamente”, diz a nota.

O acidente foi no dia 21 de outubro. A aeronave tinha acabado de decolar do aeroporto Carlos Prates, queda fica a 1,3 quilômetro do local do acidente, com destino a Ilhéus, na Bahia. Quatro pessoas morreram e duas ficaram feridas.

Confira o momento do acidente:

Até o momento, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos da Força Aérea Brasileira (Cenipa), órgão responsável pela investigação das causas do acidente, não divulgou relatório sobre o ocorrido.

Em abril deste ano, outra aeronave caiu na mesma rua, matando o piloto. A aeronave pegou fogo e bateu no portão de uma casa. As  investigações deste caso ainda não foram concluídas.

Leia mais:
Órgãos estudam mudar rota de aviões do aeroporto Carlos Prates; outros bairros estariam em risco
Um mês após queda de avião, duas vítimas permanecem internadas
Feridos em queda de avião no Caiçara apresentam melhora, segundo Fhemig
Moradores do Caiçara realizam culto em homenagem a vítimas de acidente com avião