Todos os mineiros poderão se vacinar contra a gripe a partir desta segunda-feira (3). Por determinação do Ministério da Saúde, foram liberadas doses da vacina para pessoas que não estão incluídas nos grupos considerados prioritários, como crianças e idosos. Em Minas Gerais, que registrou cinco mortes pelo vírus Influenza A (H1N1) até o momento, mais de 4 mil postos do Sistema Único de Saúde (SUS) oferecerão as vacinas.

A campanha de combate ao vírus da gripe começou no último dia 10 com atenção especial para vacinar os grupos prioritários, como crianças, gestantes, idosos, indígenas e população privada de liberdade.

Até o próximo dia 7 de junho, pessoas não incluídas nos grupos prioritários também poderão se vacinar. Em Minas, a cobertura vacinal chegou a 86,7%, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Em Belo Horizonte, 153 postos de saúde irão oferecer as vacinas. Em todo o Estado, são cerca 4.100 unidades de saúde participando da campanha.

Neste ano, Minas Gerais registrou 56 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados pelo vírus da gripe (Influenza). Quatro pessoas não resistiram e morreram, segundo a SES-MG. Foram três óbitos em Belo Horizonte, um em Juiz de Fora, na Zona da Mata, e outro em Andrelândia, no Sul do Estado.

Leia mais:

Crianças e grávidas vacinadas contra a gripe não chegam a 60% em BH
BH prorroga campanha de vacinação contra a gripe para o dia 7 de junho