Quem vai viajar neste feriado de Semana Santa deve se preparar para pegar estradas cheias, afinal, Minas Gerais possui a maior malha viária do país e o feriadão será de quatro dias para muita gente. Para aqueles motoristas que querem evitar congestionamentos e fugir dos horários de maior concentração de veículos, o Hoje em Dia preparou um guia com os horários de pico e dicas para que o seu feriadão seja de descanso do início ao fim.

Confira:

Se for pegar a BR-381, conhecida como “Fernão Dias” no trecho que liga São Paulo a Minas Gerais, a concessionária que administra a rodovia, a Autopista Fernão Dias, orienta evitar sair de viagem na quinta-feira (28) a partir das 14 horas até as 23 horas. Quem deixar para pegar estrada na sexta-feira (29), a dica é sair antes das 6 horas ou depois das 18 horas. No retorno do feriado de Páscoa, vindo do interior paulista, a BR-381 deve apresenta tráfego mais intenso depois do horário de almoço, após as 12 horas, e só deve ser normalizado depois das 23 horas.

LEIA TAMBÉM:

Trechos da Fernão Dias, que liga SP a BH, passam por obras até quinta-feira
Obra de viaduto do BRT na Pedro I está parada há seis meses
Trânsito no entorno do Expominas sofre alterações para evento que receberá 11 mil pessoas por dia

Os motoristas que forem deixar a capital mineira, seja pela BR-040 quanto pela BR-381, devem começar a sentir o aumento do fluxo de veículos já na tarde da quinta-feira (28) até a madrugada de sexta, segundo a Polícia Rodoviária Federal. A saída pela BR-381 para o litoral capixaba, ou para a região do Vale do Aço, geralmente é a que apresenta o maior volume de carros. “Como a rodovia é de pista simples, o nosso maior gargalo geralmente é na BR-381. A BR-040 na chegada de Brasília é duplicada, assim como a BR-381 para quem vem de São Paulo, então, a retenção é menor nesses trechos”, afirmou o policial rodoviário federal Adilson Souza.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os turistas que viajam para o litoral do Espírito Santo geralmente são os que mais lotam as estradas mineiras no retorno dos feriados. “Quem vai para a praia para usufruir mais a viagem acaba aproveitando o dia e retornando no início da noite e, por isso, a gente registra mais lentidão a partir das 18 horas no domingo”, explicou Souza.

Afinal, melhor sair de madrugada ou à noite?

Nem um nem outro. A dica certa para viajar tranquilo e com segurança é só pegar estrada estando descansado e depois de uma alimentação leve. “Viajar é uma questão muita pessoal. É preciso se sentir confortável e descansado. Há aqueles que preferem viajar com a luz do sol e outros à noite. O importante é evitar alimentação pesada porque isso dá sono”, aconselha o policial rodoviário federal Adilson Souza.

Para aproveitar o feriado da Semana Santa com qualidade, é imprescindível ao motorista praticar a conduta defensiva. Não exceder limites de velocidade e sinalizar ao mudar de faixa são algumas ações ao volante que pode salvar vidas, segundo a Polícia Rodoviária Federal. “Os acidentes mais comuns que enfrentamos são as colisões traseiras, que ocorrem por excesso de velocidade ou porque o motorista não deixou clara a sua intenção de mudar de faixa”, analisa Souza.

Operação da PRF na Semana Santa

Para evitar acidentes, combater a criminalidade e barrar infratores nas estradas federais que cortam Minas Gerais, a Polícia Rodoviária Federal deve iniciar uma operação nesta quinta-feira (28). A novidade da ação deste feriadão é o reforço na segurança com mobilização de policiais rodoviários federais do Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e de Brasília. “Esses policiais estão fazendo um treinamento em Minas e vão atuar no policiamento com uma nova metodologia que será usada na Grande BH, tanto na BR-040 quanto na BR-381: o policiamento sob motos”, contou o policial rodoviário Adilson Souza.

Os policiais dos outros estados vão atuar em motocicletas e poderão se deslocar com maior facilidade em casos de congestionamentos, perseguições ou ocorrências que necessitem de intervenção no tráfego. Durante o feriado de Carnaval, 4 mil policiais rodoviários federais integraram o efetivo atuante nas estradas federais que passam por Minas.

Lei Seca

Os 150 bafômetros dos quais a Polícia Rodoviária Federal em Minas Gerais dispõe serão usados na operação da Semana Santa. A orientação é ampliar o número de testes para flagrar motoristas dirigindo alcoolizados, principalmente  nas ocorrências envolvendo acidentes com ou sem vítimas. “Por dia, realizamos cerca de 500 testes, a intenção é aumentar consideravelmente esse número durante o feriadão”, afirmou Souza.