Os motoristas que seguirão viagem pelas rodovias estaduais mineiras e as federais delegadas ao Estado devem redobrar a atenção em 68 trechos que apresentam problemas como buracos, erosões e rompimento de barreiras.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG), há três localidades com tráfego interrompido. Em uma delas, na Zona da Mata, entre as cidades de Padre Fialho e Pedra Bonita, a ponte sobre o rio Matipó teve a estrutura danificada pela ação de veículos pesados.

No Vale do Mucuri, na região de Teófilo Otoni, a BR-418 tem seis trechos com tráfego em meia pista em função de erosão de aterro. Segundo o órgão, a via está sinalizada.

 

Rodovias Federais

Dentre os trechos administrados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), também há impedimentos para seguir viagem.

Há trechos em obras de duplicação na BR-381, entre os trevos de Barão de Cocais e Caetés. No Sul de Minas, a BR-459 (Caldas, Pouso Alegre, Itajubá, etc) tem cinco trechos em obras, devidamente sinalizados, e que terão os trabalhos paralisados, conforme o Dnit.

Na BR-040, na região concedida à iniciativa privada, estão em execução serviços de recuperação de pavimento de Ribeirão das Neves a Contagem, com isso, haverá estreitamento das pistas nos sentidos Brasília e Rio de Janeiro.

As opções de desvio estão disponíveis para consulta no portal der.mg.gov.br, nos sites do Dnit e da Via 040.