Basta entrar em uma tradicional farmácia para ver que a indústria farmacêutica está preparada para atender às mais diferentes demandas e enfermidades. Há uma gama enorme de medicamentos à disposição da população brasileira. Mas nem sempre os remédios que estão nas prateleiras atendem à necessidade do paciente.

Muitas vezes, a dosagem do medicamento padrão não é a mais adequada e o médico sugere a manipulação, para que o tratamento possa ser mais individualizado. É o momento em que as dúvidas aparecem. Vale a pena mandar fazer um remédio sob medida ou comprar uma opção da grande indústria, disponível nas redes de drogaria? Antes de fazer uma escolha, confira um tira-dúvidas sobre a manipulação de medicamentos:

Medicamento manipulado tem o mesmo efeito do industrializado?

Sim, os medicamentos manipulados em farmácias de manipulação são produzidos utilizando a mesma matéria-prima dos medicamentos industrializados e seguem normas padronizadas. Passam por controle de qualidade e fiscalização da vigilância sanitária.

 

Medicamento manipulado pode ser adequado às necessidades do paciente?

Sim, é possível que o uso de fórmulas manipuladas personalizadas atenda às necessidades do paciente, com princípios ativos, dosagens e quantidades específicas. Há ainda a possibilidade de o produto ser manipulado em formas farmacêuticas diferente das industrializadas, como gomas mastigáveis, sopas, sucos, pastilhas, chocolates terapêuticos, cápsulas vegetais, dentre outros, que sejam mais confortáveis para o paciente.

 

Qual a melhor forma de armazenar medicamentos manipulados?

Um local livre da luz do sol, com uma temperatura estável e longe da umidade são fundamentais para a boa conservação do seu medicamento manipulado. Um erro comum que muitas pessoas cometem é deixar os medicamentos manipulados perto da pia do banheiro, do filtro da cozinha, sendo estes locais totalmente inapropriados. Deixam até mesmo próximo ao fogão, que é um ambiente de alta temperatura.

 

Como escolher o local que vai manipular o medicamento?

Observe se a farmácia escolhida oferece assistência farmacêutica, feita por um profissional habilitado para dar orientação correta sobre o uso do medicamento. Uma novidade no setor é que, com espaço adequado para consulta, os farmacêuticos podem também indicar fórmulas para tratamento personalizado.

Fonte: Keylla Barbosa, farmacêutica, diretora da Farmácia Manipulatta