A Vale acionou o protocolo de emergência nível 1 do dique Borrachudo II, na mina Cauê,  em Itabira, na Região Central do Estado. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (23) e, segundo a mineradora, o procedimento é preventivo e não há necessidade da retirada dos moradores no entorno da barragem. 

A estrutura teve a Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) emitida em 31 de março de 2020 e permanece válida.

Em nota, a Vale informou que a intervenção é uma medida de precaução acertada junto aos órgãos de fiscalização internos, que visa coletar informações sobre as condições atuais de drenagem da barragem. "O dique Borrachudo II é uma estrutura de pequeno porte construída em etapa única e projetada para conter os sedimentos da pilha de estéril Borrachudo Ipoema", explicou a empresa. 

Ainda conforme a mineradora, o acionamento do nível 1 não impacta o plano de produção de 2020, conforme apresentado no Relatório Produção e Vendas no 1T20.