A Vale informou nesta quarta-feira (11) que aumentou para cinco o número de escritórios para abertura de processos de indenização individual referente ao rompimento da barragem B1, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Além de Brumadinho, Macacos, Barão de Cocais e Belo Horizonte, agora Betim, na Grande BH, também ganhou um escritório

O rompimento da barragem na Mina do Feijão no dia 25 de janeiro deixou 249 mortes e 21 pessoas continuam desaparecidas.

A medida, conforme a mineradora, segue o Termo de Compromisso assinado pela empresa com a Defensoria Pública de Brumadinho para agilizar o pagamento de indenização de danos materiais e morais e possibilita aos moradores negociarem voluntariamente suas indenizações por danos materiais e morais, sem detrimento de outras negociações de caráter coletivo.

As indenizações podem ser feitas individualmente ou por núcleo familiar e a lista de documentos obrigatórios está disponível para consulta no site

É necessário realizar o agendamento prévio, sendo que o requerente deve estar acompanhado de advogado. Ao comparecer ao escritório de indenização, é importante que se leve os documentos, narre os fatos, especifique os danos e descreva o prejuízo sofrido e seus valores.

O endereço do novo escritório é avenida Nossa Senhora do Carmo, 192, no centro de Betim. O contato para agendamento de atendimento é (31) 99600-7242. O escritório funcionará das 9h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Leia mais:
Após rompimento da barragem, Brumadinho registra alta de suicídio e prescrição de remédios
Mineração brasileira anuncia novas rotas de desenvolvimento para o futuro