Cerca de 75 pessoas que vivem próximas às barragens de Vargem Grande, em Nova Lima, na Grande BH, na divisa com Itabirito, e Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, em Ouro Preto, na região Central do Estado, todas de propriedade da Vale, deverão deixar suas casas nesta quarta-feira (20). As informações foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros e pela própria mineradora. 

Na mina de Vargem Grande, a sirene para evacuação deve ser acionada por volta das 10h20 desta manhã, segundo confirmação da corporação militar. No local, 60 pessoas serão deslocadas, segundo a Defesa Civil Estadual, enquanto outras 15 sairão de suas casas nos distritos de Miguel Burnier e Pires, em Ouro Preto.

A Vale informou, em nota, que coordenará com as autoridades a realocação das pessoas situadas na Zona de Autossalvamento (ZAS) dos reservatórios de rejeitos citados. Segundo a empresa, a retirada dos moradores faz parte das ações de desativação de Vargem Grande, divulgada no dia 4 deste mês. 

De Brasília (DF), onde cumpre agenda nesta quarta-feira no Fórum de Governadores, o governador Romeu Zema determinou que a Coordenadoria de Estado de Defesa Civil (Cedec) tome as medidas necessárias, junto a representantes da Vale S.A., para minimizar possíveis danos aos afetados.

"Embora seja um inconveniente para essas famílias, a medida é preventiva e visa salvar vidas. Após as tragédias ocorridas em Mariana e em Brumadinho, recentemente, vamos fazer tudo que estiver ao alcance do Governo do Estado para preservar as vidas das pessoas", afirmou.

Confira a nota da Vale a respeito do assunto:

A Vale informou que nesta quarta feira (20) irá realizar a evacuação de cerca de 75 pessoas que vivem próximas as barragens de  Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, em Ouro Preto e Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte. 

A Vale disse por meio de nota que, dando continuidade ao processo de descomissionamento da barragem a montante de Vargem Grande, anunciado em 4 de fevereiro no Fato Relevante "Vale informa sobre decisão de paralisação temporária das operações do Complexo de Vargem Grande", nesta quarta-feira (20/2), a Vale coordenará com as autoridades a realocação das pessoas situadas na Zona de Autossalvamento (ZAS) da referida barragem.

A Vale informa, também, que iniciou a preparação para a realocação das pessoas nas ZAS associadas ao descomissionamento das barragens Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, que fazem parte das dez barragens a montante inativas remanescentes da Vale, conforme o plano de aceleração de descomissionamento anunciado no Fato Relevante "Vale anuncia o descomissionamento de todas as suas barragens a montante" do dia 29 de janeiro.

Estas quatro barragens inativas estão localizadas no entorno da mina de Fábrica, cuja produção será mantida através do processamento a seco, com um impacto estimado de perda de aproximadamente 3 Mtpa em 2019.

No total, cerca de 75 pessoas que vivem próximas a cinco barragens devem deixar suas casas hoje de forma ordenada.

Leia mais:
Moradores de Macacos fazem manifestação em frente à mina Mar Azul
Cientistas desenvolvem tecnologia que pode ajudar na localização de corpos sob a lama em Brumadinho

Após revisão da Defensoria Pública, Vale retoma cadastro para doação de R$ 15 mil