Duas crianças, de 8 e 13 anos, duas jovens de 18 anos e uma motorista, de 45, ficaram feridas no início da tarde desta terça-feira (13) após uma van escolar despencar em uma ribanceira em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a condutora, o freio do automóvel falhou e ele desceu a rua descontrolado. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o veículo que transportava somente as duas crianças na hora em que caiu em um córrego no fim da rua Portugal, no bairro Águia Dourada, por volta de meio-dia. 

O resgate mobilizou quatro viaturas dos bombeiros. O helicóptero da corporação também foi empenhado para ajudar no socorro. Até o momento o que se sabe é que os passageiros eram alunos da escola Sesi, do Vale do Jatobá, no Barreiro, em Belo Horizonte. 

Pane aconteceu após van frear para não atropelar cachorro

O Boletim de Ocorrência da Polícia Militar (PM) consta que, segundo a motorista, ela passa pela rua diariamente para levar as crianças, sendo que nesta terça ela precisou frear bruscamente para não atropelar um cachorro que atravessou em sua frente e, logo em seguida, o pedal do freio afundou e o veículo começou a descer desgovernado. 

Quando viu que não conseguiria parar o carro, a condutora teria tentado acionar o freio de mão, porém, o dispositivo não foi suficiente para parar a van, que acabou sendo lançada no precipício que existia no fim da descida. Além da motorista e das duas crianças, as duas monitoras do escolar, de 18 anos, também ficaram feridas. 

No registro policial não há qualquer informação sobre irregularidades no veículo de transporte escolar. O Hoje em Dia procurou por diversas vezes a Ibiritrans, empresa que administra o trânsito na cidade e que é responsável por fiscalizar os escolares, porém, até o momento ninguém foi localizado para comentar o acidente. 

Vítimas não são graves 

Ainda segundo a corporação, as duas crianças foram socorridas, uma delas com um traumatismo cranioencefálico moderado e outra com suspeita de fratura na perna esquerda, para o Hospital Municipal de Ibirité. A condutora do escolar, que sofreu apenas escoriações, também foi conduzida por uma ambulância da Prefeitura de Ibirité para a mesma unidade de saúde. 

Já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhou as duas monitoras para o Hospital Municipal de Contagem, também na Grande BH, sendo uma delas com suspeita de fratura na perna esquerda e no braço esquerdo e a outra com suspeita de fratura na perna esquerda. Nenhum dos feridos corria risco de morte. 

As circunstâncias do acidente serão investigadas pela Polícia Civil (PC).

Confira imagens: