Um incêndio num dos maiores edifícios de Belo Horizonte assustou quase cinco mil moradores e mobilizou dezenas de bombeiros na manhã desta quarta-feira (1º). O fogo que destruiu o imóvel localizado 22º andar do edifício JK, no bairro Santo Agostinho, região Centro-Sul, teria sido provocado por um vela. 

Apesar do pânico, ninguém se feriu com gravidade. As informações são de que duas pessoas tiveram intoxicação por causa da fumaça. Contudo, elas recusaram atendimento médico. O apartamento incendiado ficou destruído, mas não teve a estrutura abalada. Por sorte, as chamas não se alastraram para outros imóveis.

Aos militares do Corpo de Bombeiros, o morador do apartamento 2206 informou que o imóvel estava sem energia elétrica. Por isso, ele havia utilizado uma vela para iluminar o local. Por volta das 5h, o homem percebeu as chamas no colchão e acionou o socorro.

incêndio no edifício JK
Apartamento ficou destruído pelas chamas causadas por uma vela

No total, 14 viaturas e 40 bombeiros foram até o local para debelar as chamas, resgatar possíveis vítimas e fazer a ventilação nos dos andares.

Acidente

Durante o comboio para atender a ocorrência, uma viatura se envolveu em um acidente no cruzamento da avenida Augusto de Lima com rua Paracatu. O veículo oficial foi atingido por um Fiat Palio ocupado por um casal.

A viatura tombou na pista. A mulher do carro sofreu ferimentos e foi levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o hospital. Os militares nada sofreram.

incêndio no jk