Vereadores visitarão o Mineirão para apurar estrutura de suporte à vítimas de assédio e violência

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
26/11/2021 às 16:50.
Atualizado em 05/12/2021 às 06:20
 (Marcelo Prates/ Arquivo Hoje em Dia)

(Marcelo Prates/ Arquivo Hoje em Dia)

A Comissão de Mulheres da Câmara Municipal de Belo Horizonte (CMBH) aprovou nesta sexta-feira (26) uma visita técnica ao estádio do Mineirão para verificar, junto aos responsáveis pela administração da arena, como os funcionários estão sendo treinados para auxiliar e acolher possíveis vítimas de violência e assédio sexual.

O requerimento foi um pedido do vereador Rubão (PP) e tem como objetivo conferir a aplicação das recomendações da campanha "Todos Contra a Importunação Sexual" dentro e fora do estádio e a estrutura técnica e tecnológica que o Mineirão disponibiliza para a prevenção e combate a ocorrências de importunação sexual.

A visita também verificará a orientação dada aos funcionários para localizar e/ou neutralizar possíveis suspeitos. Os vereadores devem avaliar a possibilidade de criação de uma sala de acolhimento das vítimas que permita acompanhamento psicológico imediato.

A vistoria da Comissão está programada para 10 de dezembro às 9h.

Rubão defende a necessidade de garantir a segurança e o respeito para as mulheres que gostam de futebol e frequentam os estádios. O vereador declar já ter presenciado diversas situações de constrangimento de mulheres no Mineirão e se posiciona contra qualquer tipo de assédio.

Além da aprovação da visita técnica, os parlamentares também deram aval ao pedido de informação que cobra esclarecimentos da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp- MG) e da Secretaria Municipal de Saúde sobre as medidas adotadas pelos órgãos para atender as determinações da Lei 13.931, de 2019, que visa maior celeridade nas comunicações dos casos de violência contra a mulher às autoridades policiais.

Beijada à força

No dia 10 de novembro, uma torcedora de 25 anos do Atlético usou as redes sociais para denunciar um caso de assédio que sofreu em um dos bares do Mineirão, durante a partida entre Atlético e Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. Na publicação, ela conta que ao comprar cerveja no começo do segundo tempo, um homem a agarrou e a beijou à força.

Ao procurar ajuda de autoridades dentro do estádio, os seguranças teriam debochado da mulher e desencorajado a denúncia.

Leia também:
Pretos e pardos têm maior perda de qualidade de vida que brancos
Ministério da Saúde recomenda dose de reforço da vacina da Janssen; entenda

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por