Os motoristas que trafegam pela Via Expressa, entre Contagem e Betim, na região Metropolitana de Belo Horizonte, precisam ficar atentos a um estreitamento nas pistas para a construção do viaduto Petrolândia. A previsão da conclusão das obras é em novembro deste ano. As obras começaram em março e até o momento 30% já foram concluídos. Serão investidos mais de R$20 milhões na construção do viaduto.

De acordo com a Prefeitura de Contagem a construção beneficiará 80 mil pessoas entre passageiros do sistema público de transportes e motoristas. O novo viaduto interligará as regiões Sede e Petrolândia e servirá para acesso exclusivo à Estação Petrolândia, primeiro terminal de integração de ônibus que será construído no município. A obra do terminal também foi iniciada em março, e deverá ser finalizada no próximo ano. O

Orçada em R$ 18,5 milhões, a Estação Petrolândia terá capacidade para atender 25 mil usuários por dia, mais de 10 linhas de ônibus, com cerca de 650 viagens diárias.

Plano de Mobilidade

As obras integram o Plano de Mobilidade Urbana de Contagem, que incluem a Trincheira do Itaú, já em fase final de execuções, e a construção de outros dois viadutos, na avenida Teleférico, sobre a BR-040, e outro na avenida das Américas, sobre a Severino Ballesteros, próximo ao Shopping Contagem, cujas obras já foram iniciadas. Além disso, já estão em processo de licitação a construção de mais dois terminais de ônibus, nas regiões Nova Contagem e Ressaca, com objetivo de interligar o transporte público municipal.

O viaduto e o Terminal Petrolândia fazem parte do PAC Mobilidade – Médias Cidades, em convênio com o governo federal. Em todo o pacote de obras de mobilidade urbana, serão investidos cerca de R$ 220 milhões, obtidos via financiamento da Caixa Econômica Federal. Contagem foi o primeiro município do país a conseguir recursos por meio deste programa.