Os detentos de presídios localizados nas cidades que estão nas ondas Verde e Amarela, do programa Minas Consciente, poderão voltar a receber visitas presenciais a partir deste sábado (26). Os atendimentos jurídicos também poderão ser realizados por advogados e defensores públicos, desde que seja respeitado o distanciamento de dois metros entre eles e os presos.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), 13 presídios localizados em cidades que estão na onda vermelha (onde só há permissão para funcionamento de serviços essenciais) continuam com as visitas suspensas, para evitar a transmissão do novo coronavírus. A lista poderá mudar na semana que vem, conforme definições do programa Minas Consciente.

“Sempre às quintas-feiras, pela manhã, a Sejusp fará a postagem em seu site (www.seguranca.mg.gov.br) da situação de cada uma das 194 unidades, segundo a atualização das cores do mapa do Minas Consciente, e as regras passarão a valer para o fim de semana de visitação subsequente”, informou a secretaria.

De acordo com a Sejusp, 158 pessoas que estão sob a custódia do sistema prisional mineiro estão com diagnóstico positivo para a Covid-19, em um universo de 60 mil custodiados. Os dados apontam 155 custodiados cumprindo período de quarentena dentro das unidades prisionais que servem como porta de entrada. Até o momento, sete detentos morreram por Covid no Estado. 

Regras

Os visitantes terão de usar máscara durante todo o período da visita e não podem apresentar sintomas gripais, como febre, coriza e tosse.

Nas unidades localizadas na Onda Verde, as visitas estão liberadas para um familiar por preso, a cada 30 dias, com até três horas de duração. Mas para poder entrar no presídio, o visitante também deve residir em um município que esteja na Onda Verde do programa Minas Consciente.

Já nos presídios localizados em municípios que estão na Onda Amarela, a visita será de 20 minutos. Cada preso poderá receber um familiar a cada 30 dias e o visitante deverá morar em uma cidade que esteja na onda Verde ou Amarela. Deverá ser cumprido o distanciamento de dois metros entre detentos e familiares. Veja mais informações aqui

Ainda permanece suspensa a entrada de itens de alimentação, remédios, vestuário, higiene e limpeza levados diretamente por familiares, organizações da sociedade civil ou terceiros cadastrados. Dessa forma, os itens devem continuar sendo enviados por serviço postal para o Almoxarifado Central da Sejusp, como vem sendo realizado desde março.

O projeto "A esperança vem de casa", que consiste em ofertar visitas familiares virtuais, também continua sendo realizado. De acordo com a Sejusp, já foram realizadas mais de 45 mil encontros virtuais em 183 unidades prisionais de todas as regiões do Estado.