Mais de 93 mil mineiros infectados pelo novo coronavírus estão recuperadas. O número foi atingido nesta quinta-feira (30), segundo levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Desde o início da pandemia, em março, 76% das pessoas que receberam o diagnóstico da Covid-19 conseguiram se livrar da doença. Até o momento, o Estado tem 123.415 casos confirmados.

Ao todo, 13.867 precisaram de internação hospitalar e 2.692 não resistiram e morreram. Em Minas, a taxa de letalidade do coronavírus é de 2,1%.

Em meio ao elevado números de curados, o infectologista Unaí Tupinambás reforça que a Covid-19 é uma enfermidade traiçoeira e, por isso, a população não deve relaxar nas medidas de segurança para evitar o contágio.

Professor da UFMG e integrante do Comitê de Combate à Covid-19, o especialista lembra que cerca de 90% dos doentes vão se recuperar. Contudo, como muitas pessoas são infectadas, a quantidade de vidas perdidas também é grande.

"É uma boa notícia (o índice de recuperados), mas não é momento de relaxar", disse o infectologista. De acordo com a SES, o Estado passa pelo pior momento da pandemia. Por isso, o Tupinambás reforça que é preciso usar máscara, manter o distanciamento social e só sair de casa em caso de necessidade.

Leia mais:
Minas tem 4 mil novos casos e 84 mortes por coronavírus em 24 horas
Depois de 37 dias, BH não registra mortes por coronavírus em 24h
Passageiros ignoram risco de viagem sem máscara no transporte por aplicativ