O acumulado de chuva nesse mês de maio, em Belo Horizonte, bateu o recorde dos últimos 105 anos, desde que as medições começaram a ser feitas. Segundo o 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o total foi de 96,7 milímetros no quinto mês deste ano. O recorde anterior era em 1979, com 64 mm.

A média histórica para o mês de maio é de 27,8 mm. Segundo o meteorologista Jorge Moreira, o recorde batido neste ano não significa uma mudança no clima. “É uma média e a variabilidade natural é muito grande nesses meses de inverno. Há anos sem chuvas e outros com alguma precipitação. Essa chuva de maio veio em boa hora, pois ajuda os reservatórios”, afirmou.

No acumulado do ano, até este domingo choveu 772,4 mm sobre Belo Horizonte. A média histórica anual é entre 1.400 e 1.500 mm. Comparando com o mesmo período da média histórica, o acumulado de precipitação de 2015 está dentro do normal, mesmo com o volume muito abaixo no último janeiro. As pancadas que caíram em maio e as chuvas acima do normal em fevereiro ajudaram a restabelecer o nível, conforme Moreira.

Até o fim desta semana também são esperadas chuvas nas regiões Centro-Sul de Minas e Grande BH.

Reservatórios

Quanto aos reservatórios que compões o Sistema Paraopeba, que abastece a Região Metropolitana de Belo Horizonte, o nível das represas continua a cair. Nesta segunda-feira, conforme a Copasa, a média dos reservatórios Serra Verde, Vargem das Flores e Rio Manso estavam em 37,9%. Em 13 de maio o índice era de 39%.